Quase 300 pessoas recebem atendimento médico na orla de Copacabana

Até as 23 horas desta segunda-feira, os seis postos médicos montados pela Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil (SMSDC) na orla de Copacabana receberam 275 pacientes. Destas, oito precisaram ser removidas para hospitais, por motivos diversos, como desidratação e pequenas quedas. A maior parte dos atendimentos foi provocada por mal estar e alcoolismo. O posto com maior demanda foi o situado próximo à Rua Paula Freitas, com 97 registros.

As unidades abriram às 17 horas e funcionarão até o final dos festejos na praia. Os postos oferecem 67 leitos, sendo 12 de suporte avançado, e contam com 173 profissionais de saúde, incluindo 65 médicos. Para os casos mais graves, que necessitarem de remoção, 50 ambulâncias estão de prontidão.

As unidades ficam em frente às ruas Princesa Isabel, Praça do Lido, Paula Freitas, Santa Clara, Bolívar e Souza Lima.