Balão da PM estraga horas antes da virada em Copacabana

O balão que a Polícia Militar usaria para monitorar o público na praia de Copacabana na festa de Réveillon teve problemas com o cabo de fibra ótica e não pôde subir. Segundo a assessoria da PM, o cabo que transmitiria as imagens se rompeu enquanto o balão era inflado, e não será possível repará-lo a tempo.

A câmera de observação, de tecnologia israelense, captaria imagens a até 4 km de distância e em 360 graus, mandando o material diretamente para o Centro de Operações da Prefeitura.