Comércio reabre no Alemão e PM não registra novos confrontos

Depois de um dia fechado, supostamente a mando de traficantes, o comércio do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, reabriu as portas neste domingo. Segundo a Polícia Militar, não houve registro de novos confrontos com criminosos.

Ontem, os comerciantes fecharam as portas e contaram que a ordem para o fechamento das lojas partiu de traficantes. 

O motivo seria uma represália pela morte de dois criminosos na sexta-feira à noite numa troca de tiros com PMs na Favela Nova Brasília. O policiamento na região foi reforçado. 

Também na noite de sexta, o sargento Antonio Henriques Barbosa, supervisor da UPP Fé/Sereno foi morto em uma suposta tentativa de assalto em um bairro próximo ao Complexo do Alemão. A PM, no entanto, nega que o caso tenha relação com as outras ocorrências na região. 

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) reforçam o policiamento na comunidade. De acordo com a coordenadoria das UPPs, o setor de inteligência apura de onde saíram as ameaças que levaram os comerciantes a fechar as lojas.