Artesanato fluminense tem estande na Feira da Providência

Espaço reúne trabalhos de oito regiões do estado no evento, que acontece até domingo

Trabalhos de diversas técnicas das oito regiões fluminenses são a atração do estande da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, na 52ª Feira da Providência, no Riocentro. Bordados, bijuterias e mosaicos são algumas das peças que estão à venda no espaço, com 160 metros quadrados. O evento, que termina no domingo (9/12), homenageia a Cidade Maravilhosa com o tema “O Rio está em festa”.

O estande do artesanato fluminense está no pavilhão 3. O espaço foi organizado para vender trabalhos de cerca de 450 artesãos.

"Participar da Feira da Providência tem representado bons resultados para os artesãos fluminenses. O Governo do Estado organiza essa mostra para promover o artesanato do Rio de Janeiro e para que os frequentadores da feira possam ter acesso ao nosso belíssimo artesanato, adquirindo trabalhos, para presentes de Natal", afirmou a subsecretaria de Comércio e Serviços, Dulce Ângela Procópio.

Este ano, em parceria com o Programa de Artesanato, a Fundação Santa Cabrini participa pela primeira vez do estande, com trabalhos em decoupage, cestaria em jornal, entre outros. A fundação é responsável pela gestão do trabalho realizado pelos internos do sistema penitenciário fluminense.

O governo estadual apoia o trabalho dos artesãos por meio Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Hoje, há cerca de quatro mil artesãos no estado cadastrados pelo programa.

A 52ª Feira da Providência pode ser visitada das 12h às 23h.