Santa Marta sediará unidade de agência de publicidade

A agência de publicidade NBS inaugura, nesta quarta-feira (28), uma unidade de negócios no morro Santa Marta, em Botafogo. Em uma iniciativa pioneira, a comunidade será a primeira no Rio de Janeiro a receber uma unidade de agência, que é onde funcionará o projeto Rio+Rio. O projeto tem o objetivo de fomentar novos negócios na região e promover a criação de ações que contribuam com o desenvolvimento das áreas pacificadas. 

O Rio+Rio será gerido como um negócio social e toda a receita obtida pela unidade será utilizada no desenvolvimento do próprio projeto.

A inauguração da unidade é o resultado direto de uma pesquisa realizada pela agência que avaliou a expectativa dos cariocas em relação à realização dos grandes eventos esportivos e sobre o aumento da segurança proporcionado pela implantação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). 

Diante dos resultados otimistas, profissionais da NBS passaram os últimos 18 meses visitando áreas pacificadas e entrevistando pesquisadores, empresários e autoridades de segurança e educação no estado: tudo para compreender a nova realidade das comunidades e estimular as empresas a realizar projetos de transformação nessas áreas e também a conhecer as potencialidades desse amplo e diversificado mercado consumidor. 

"Os projetos precisam promover alguma transformação significativa para as comunidades e trazer resultado para as marcas. Não é assistencialismo. É negócio. Essa relação entre empresas e moradores de comunidades precisa ser benéfica para ambos os lados. Chega de olhar para as pessoas das comunidades como pobres coitados. É preciso olhar para eles como consumidores e, principalmente, como cidadãos, merecedores de todo o cuidado, atenção e respeito", afirmou André Lima, sócio e diretor de criação da NBS.

E não foi por acaso que o Santa Marta – primeira comunidade a receber UPP no Rio – foi escolhido para sediar a inovadora empreitada. Segundo André Lima, a área representa um simbolismo de transformação para a cidade: "Além de ficar próximo à sede da NBS, que também fica em Botafogo, o Santa Marta foi a primeira comunidade a ser pacificada e isso é um marco importante para o Rio de Janeiro. Tem tudo a ver com o propósito do Rio+Rio que tem um modelo de negócios voltado para a transformação social", disse.