Mulher é presa acusada de torturar idosa de 87 anos em Nova Iguaçu, na Baixada

Depois de três dias de gravações de câmera do circuito interno de TV, feitas dentro da casa onde vivia uma idosa de 87 anos, familiares da mulher, que sofre de Alzheimer, descobriram que ela era torturada por sua própria cuidadora.

Nas imagens, Vera Lúcia Cardoso Gouveia, de 49 anos, aparece dando tapas, empurrões e até jogando álcool nas partes íntimas e nas feridas que a idosa tem pelo corpo. A vítima não podia se levantar, pois tem os dois fêmures quebrados.

De acordo com informações da polícia, Vera Lúcia vai responder pelo crime de tortura e pode pegar até oito anos de prisão. O fato da vítima ser idosa faz com que sua pena possa ser aumentada em até um terço. As informações são da Rádio BandNewsFM Fluminense.