Crea fiscaliza obra onde operário teve pescoço perfurado por vergalhão

O Crea- RJ vai vistoriar, hoje (13), às 10h30, a obra na Ladeira dos Tabajaras, na altura do número 621, em Copacabana, onde um operário teve o pescoço perfurado por um vergalhão enquanto trabalhava.

Francisco Bento Barroso, de 47 anos, operado ontem no Hospital Miguel Couto, passa bem. De acordo com a Secretaria municipal de Saúde, Francisco segue sem previsão de alta e está internado na Unidade de Terapia Intensiva, pois há risco de infecção. 

O operário caiu de uma laje a uma altura de cerca de 3 metros. Os bombeiros foram acionados por volta das 12h40 e prestaram o primeiro atendimento à vítima. O operário foi encaminhado em seguida para o Hospital Miguel Couto, onde passou por uma cirurgia para retirada do ferro.

Outro caso com vergalhão 

No dia 15 de agosto, um outro acidente envolvendo um vergalhão aconteceu em Botafogo, zona sul do Rio de janeiro. Na ocasião, o operário Eduardo Leite, 24 anos, teve uma barra de ferro de 2 m atravessada no crânio após o objeto cair do quinto andar de uma obra. O operário estava de capacete, mas a proteção ficou destruída.

De acordo com a equipe médica, o vergalhão perfurou o lobo parietal (parte posterior da cabeça) e saiu por entre os olhos do operário. Ele passou por uma cirurgia de cinco horas que reconstituiu a região perfurada.

Eduardo ficou internado por duas semanas e recebeu alta do Hospital Miguel Couto no último dia 30, sem sequelas.