Polícia apresenta suspeito de participar de chacina na Chatuba 

A Polícia Civil apresenta a partir das 16h um preso investigado por envolvimento na morte de seis jovens ocorrida na favela da Chatuba, em Mesquita, na Baixada Fluminense, no último sábado. Segundo a polícia, o suspeito foi reconhecido por um familiar de uma das vítimas como um dos traficantes que já sabia da morte dos adolescentes quando eles ainda estavam desaparecidos.

As autoridades trabalham com a informação de que pelo menos 10 pessoas do bando de Remilton Moura Júnior, o Juninho Cagão, teriam participado da chacina. Além dos seis jovens, que foram enterrados nesta terça-feira em Nilópolis, o grupo teria assassinado também o pastor Alexandre Lima, 37 anos, e o cadete da Polícia Militar Jorge Augusto de Souza Alves Junior, 34, no mesmo dia. José Aldeci da Silva Junior, que teria presenciado a morte do pastor, pode ter sido capturado pelos bandidos porque ainda segue desaparecido.