Prefeitura não autoriza cobrança de taxa para recarga de Bilhete Único Carioca 

A prefeitura do Rio informa que não autoriza e não vai permitir a cobrança anunciada pela Rio Ônibus de uma taxa de 3% para recargas do Bilhete Único Carioca nos postos terceirizados e terminais de autoatendimento. 

Por determinação da prefeitura, as recargas devem permanecer sem qualquer tipo de cobrança de taxa. O Bilhete Único Carioca implantado pela Prefeitura do Rio permite, pelo preço de apenas uma passagem, a utlização de dois ônibus e um ligeirão (BRT) num intervalo de duas horas e já beneficia mais de 400 mil passageiros por dia.