Idosa que ficou famosa no Facebook é transferida para abrigo em Bonsucesso

Enrolada numa colcha, deitada na cama e com um sorriso no rosto. A foto publicada na rede social mais influente no mundo, o Facebook, transformou em celebridade instantânea na web Leonora Amar Rousseau, uma senhora de 96 anos, que ficou internada por cinco meses num hospital de Laranjeiras, na zona sul do Rio de Janeiro, sem contato algum com parentes. Na manhã desta quarta-feira, após intervenção do Ministério Público Estadual (MPE), ela foi transferida para um abrigo de idosos em Bonsucesso, no subúrbio carioca.

"Ela está bem, um pouco assustada com o assédio, por isso que a gente toma esses cuidados nas primeiras horas, de evitar que as pessoas tenham contato com ela", explicou Ana Silvia Furtado, diretora do abrigo Cristo Redentor, para onde dona Leonora foi levada. "Ela é totalmente lúcida, orientada, anda e caminha tranquilamente. Está no pavilhão que a gente usa para a chegada, para esse primeiro acolhimento. Para ela ir se ambientando com o lugar, e se relacionar com os outros idosos¿, complementou.

Na manhã desta quarta-feira, sem ter qualquer noção da fama adquirida, dona Leonora foi transferida do hospital Rio Laranjeiras para o abrigo que recebe, em sua grande maioria, idosos vítimas de maus tratos, de abandono, que vivem nas ruas ou, como é o caso da personagem que ganhou fama, que perdeu totalmente o vínculo com os familiares.

A fama da senhora de 96 anos veio após cinco meses de solidão. Moradora de Copacabana, na zona sul do Rio, ela passou mal após sair de um supermercado, na rua Siqueira Campos, e procurou ajuda na Delegacia do Idoso que funciona no bairro. Com dores abdominais, ela foi orientada pelos policiais a procurar o serviço de assistência social da Prefeitura, que por sua vez a encaminhou para a clínica particular, após se certificar de que ela tinha plano de saúde.

Sozinha e sem contato com os vizinhos ou amigos, Leonora ficou "largada" em seu leito. Até que alguém, não se sabe se paciente do hospital ou algum funcionário, sensibilizado com o caso da idosa, resolveu tirar uma foto e colocar na rede social contando sua história de abandono. Em questão de horas, a imagem da idosa virou perfil de muitos internautas e, em alguns casos, chegou a ser compartilhada mais de 100 mil vezes.

A repercussão foi tamanha que alguns internautas chegaram a desmentir a história, dizendo se tratar de uma senhora morta em 2008. Outros chegaram a comentar que a personagem em questão se trataria da atriz Leonora Amar, nascida no Rio, famosa nas décadas de 30 a 50 por suas atuações em longas e também por ter se casado com o então presidente do México, Miguel Valdes, onde viveu por muitos anos.

Trata-se, no entanto, de um caso homônimo. Leonora Amar Rousseau não foi famosa nos anos 30, 40 ou 50, mas no século XXI. Fama relâmpago que ela ainda está longe de assimilar. "Ela está no momento do 'onde eu estou?' É um período delicado", explica a diretora do abrigo para onde ela foi encaminhada.