TRE-RJ condena pela terceira vez Eduardo Paes por propaganda irregular

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) manteve a decisão de primeira instância e confirmou a condenação do prefeito Eduardo Paes (PMDB), candidato à reeleição, por propaganda antecipada. De acordo com a denúncia da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE-RJ), o nome do prefeito aparecia em faixas de felicitações pelo Dia das Mães em Campo Grande e Paciência, na Zona Oeste, ao lado da deputada estudual Lucinha (PSDB) e de seu filho, o candidato a vereador Junior da Lucinha (também do PSDB). Todos os envolvidos foram multados em R$ 5 mil.

O TRE-RJ negou o recurso de Paes contra a decisão da 192ª Zona Eleitoral, que também havia decidido pela condenação. É a terceira punição semelhante para o atual prefeito mantida pelo tribunal em apenas uma semana.

Segundo o parecer do procurador regional eleitoral substituto, Paulo Roberto Bérenger, afirma que os punidos foram notificados, mas mesmo assim as faixas e galhardetes foram mantidos na região, o que provaria o conhecimento prévio das irregularidades.