Boletim de Registro de Acidente de Trânsito será acessível pela internet

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro assinou convênio com entidades da área de seguro pelo qual o Boletim de Registro de Acidente de Trânsito (Brat) sem vítimas passará a ser acessível pela internet. O sistema começa a ser implantado no fim deste ano, e trará mais dinamismo à forma com que os motoristas obtêm o documento.

Assinaram os convênios o Sindicato das Seguradoras do Rio e Espírito Santo, o Sindicato dos Corretores e Empresas do Rio (Sincor-RJ) e a Confederação Nacional de Seguros (CNSeg).

Desde o dia 1º de dezembro do ano passado que, nos acidentes em que não há vítimas, os motoristas solicitam o Brat à unidade de Polícia Militar mais próxima – sem necessidade de ficar no local do acidente esperando uma viatura. A partir da implantação, tudo poderá ser feito via internet.

A medida de suspender a emissão de Brat por viatura em acidente sem vítima tem dois objetivos principais: o primeiro é evitar que os carros envolvidos num acidente atrapalhem o trânsito desnecessariamente. O outro objetivo é evitar que viaturas destinadas inicialmente ao policiamento e atendimento de ocorrências mais graves fique retida em uma ocorrência de trânsito.

O Escritório de Análise Criminal da PM fez levantamento na época da implantação da medida. Somente no período de 1º de outubro de 2010 a 30 de outubro de 2011, a Polícia Militar atendeu a mais de 717 mil modalidades de ocorrências. Desse total, cerca de 100 mil eram de acidente de trânsito sem vítima, a primeira do ranking do Centro de Atendimento de Emergência do telefone 190.