MP denuncia agente penitenciário por efetuar disparos em boate de Niterói

O analista de sistemas Roberto Gonçalves e o agente penitenciário Andrei Pontes foram denunciados pelo Ministério Público do Estado nesta segunda-feira por se envolverem em uma confusão em Niterói. O circuito interno da boate onde estavam, no bairro São Francisco, mostrou que Pontes efetuou diversos disparos no local. Para entrar armado, ele teria informado aos seguranças do local que era policial federal, segundo o MP.

As imagens mostram que, durante a confusão, o analista de sistemas puxou uma arma e foi para o fundo da boate junto com o agente penitenciário. Pontes agrediu um homem, tomou a pistola do amigo e atirou para cima.

Ninguém ficou ferido. De acordo com a polícia, o analista e o agente penitenciário estavam alcoolizados. Ele consumiu quase R$ 240 gastos em bebidas. Os dois foram levados para a Penitenciária de Bangu 8. Andrei vai responder por quatro tentativas de homicídio e falsa identidade, por ter se apresentado na portaria da boate como policial federal.