Policial militar é morto a tiros na Cidade de Deus, que conta com UPP desde 2009

Um cabo da Polícia Militar foi assassinado a tiros na tarde desta quinta-feira, dentro da Cidade de Deus, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

De acordo com as primeiras informações da Secretaria de Segurança Pública (Seseg), o policial, identificado como Max Correia Guimarães, foi alvejado por pelo menos dez tiros em uma rua na Taquara, em um dos acessos à comunidade. 

O militar foi levado para o Hospital municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. De acordo com a Polícia Militar, ele estaria de folga no momento da morte.

A Cidade de Deus foi a segunda comunidade a receber uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), em fevereiro de 2009. No entanto, a comunidade sempre foi considerada uma das mais violentas dentre as que receberam UPPs, com diversos homicídios e crimes violentos. O governo do estado já aumentou o efetivo de policiais da unidade, mas moradores seguem afirmando que a presença do tráfico de drogas na região ainda é intensa.