Secretaria apura caso de agressão em escola estadual do Rio 

A Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro informou nesta segunda-feira que investiga uma briga entre dois alunos ocorrida no Colégio Estadual Madre Teresa de Calcutá, em Realengo. Em entrevista ao telejornal Bom Dia Rio, um estudante afirmou que havia sido espancado no pátio da escola por dez colegas, que eram amigos de sua ex-namorada e teriam passado a hostilizá-lo após o fim do relacionamento.

Em nota, a secretaria disse que o que ocorreu na escola foi uma briga entre dois alunos, não um espancamento de um adolescente por um grupo de estudantes. "Funcionários da escola apartaram a briga e os pais foram chamados no colégio, procedimento normal a ser adotado", disse o órgão.

Segundo a secretaria, uma equipe coordenada pelo superintendente pedagógico, Paulo Abreu, foi até o local nesta segunda para ouvir os pais, alunos e a direção da escola. "Após apurar todos os fatos realmente, (a equipe) tomará as medidas necessárias", informou o órgão.