Ônibus voltam a circular na região metropolitana do Rio após greve

A maior parte dos ônibus de Niterói e municípios vizinhos da região metropolitana do Rio de Janeiro voltou a circular neste sábado (31), apesar da decisão dos rodoviários de manter a greve por tempo indeterminado, tomada ontem (30) em assembleia. Na Baixada Fluminense, a decisão da categoria foi pela suspensão da greve até a próxima segunda-feira (2), quando haverá, às 13h, uma nova audiência de conciliação com as empresas no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Niterói e Região (São Gonçalo, Itaboraí, Maricá e Tanguá), Joaquim Soares, a assembleia que decidiu pela manutenção da greve não foi plenamente representativa. “A direção do sindicato teve que acatar a decisão, mas o interesse de continuar a greve não é o da maioria dos rodoviários”, disse.

Na audiência da tarde de sexta-feira, que terminou sem acordo, o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado (Setrerj) manteve a proposta de 10% de reajuste salarial e 25% de aumento do valor da cesta básica, mas condicionou a oferta ao retorno imediato dos rodoviários ao trabalho. Caso contrário, a proposta voltaria a ser de 5,6% de aumento, com base na inflação do ano passado.

Entre outros itens, os rodoviários dos municípios da região metropolitana do Rio, que paralisaram o trabalho na madrugada de quinta-feira (29), reivindicam 16% de aumento salarial e reajuste de 50% no valor da cesta básica.