Relatório da ONU sobre o combate mundial a drogas cita Rio como exemplo 

A Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (JIFE) das Nações Unidas (International Narcotics Control Board, INCB) divulgou hoje (28/2) seu relatório anual do ano de 2011, onde cita como exemplo de boas práticas internacionais no combate ao narcotráfico as ações de segurança pública do Rio de Janeiro – mais especificamente a retomada de comunidades controladas pelo tráfico de drogas e a polícia de proximidade das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP). 

O primeiro capítulo do relatório anual da JIFE, que traça uma visão geral do problema das drogas ilegais no mundo, traz um tópico intitulado “Respondendo ao problema”, que cita as ações de sucesso no combate aos entorpecentes em países como África do Sul, Estados Unidos, Escócia, Inglaterra e França. Nesse tópico, o primeiro caso mencionado é o do Brasil. O relatório destaca que o país recuperou o controle, restaurou a lei e prendeu os líderes das gangues de traficantes em comunidades dominadas por marginais fortemente armados graças a uma série de ações de alto nível com atuação conjunta de forças policiais e militares. 

O relatório diz ainda que o “compromisso com o policiamento comunitário no qual unidades de ‘polícia de paz’ trabalham na construção de relacionamentos com os moradores locais”, muitas vezes através de iniciativas que se assemelham a ações sociais, desenvolvendo assim novas relações de confiança mútua com a comunidade, que contribuem para garantir a segurança daquelas áreas. 

Segundo a JIFE, “o policiamento comunitário, a melhoria dos serviços sociais, a oferta de oportunidades de lazer e a revitalização urbana podem ajudar no desenvolvimento da coesão social em comunidades que sofrem com a desintegração social”. 

O relatório anual da JIFE pode ser encontrado, no original em inglês, no endereço: https://www.incb.org/pdf/annual-report/2011/English/AR_2011_English.pdf