Operação Dedo de Deus prende mais dois envolvidos com o jogo do bicho

Dando continuidade a Operação Dedo de Deus, policiais da Corregedoria Interna da Polícia Civil (Coinpol) realizam, desde as 6h desta segunda-feira (13), ação para cumprir mandados de prisão pendente. Até o momento duas pessoas foram presas. 

Alfredo Silveira Machado, 72 anos, apontado como contador do jogo do bicho do núcleo de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi capturado em sua residência, no bairro Vinte e Cinco de Agosto, naquele município. 

Ana Paula Machado Brendolim, 37 anos, foi presa na cidade de Teresópolis, na Região Serrana do Rio. Ela trabalha em uma das centrais de apuração do jogo do bicho.

De acordo com o delegado Glaudiston Galeano, da Coinpol, estão sendo vistoriados diversos endereços, visando cumprir mandados de prisão pendente, entre eles, contra Helio Ribeiro de Oliveira, o “Helinho da Grande Rio”, Luiz Pacheco Drumond, o “Luizinho Drummond” e Yuri Reis Soares, filho do presidente da Escola de Samba Grande Rio. 

A ação acontece no Rio, em Duque de Caxias, São João de Meriti, Petrópolis e Teresópolis. 

Ainda segundo o delegado, a operação Dedo de Deus continuará até que todos os mandados de prisão sejam cumpridos. “A Coinpol continuará empregando esforços com o objetivo de capturar os alvos da operação Dedo de Deus, assim como, manterá o seu propósito de prender em flagrante os anotadores do jogo do bicho”, disse ele.