Ras Bernardo, ex-vocalista do Cidade Negra, teria sido baleado por vizinho

Suspeito foi preso. Cavalo do atirador teria morrido em cerca elétrica na casa do músico

O autor dos disparos contra o músico Sebastião Francisco Bernardo, conhecido como Ras Bernardo, ex-integrante do Cidade Negra, disse nesta sexta-feira que o crime foi cometido por vingança. O artista foi atingido na noite desta quarta-feira, quando chegava em casa, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O músico levou cinco tiros, sendo quatro no abdômen.

Sergio Menezes era vizinho do músico. Entre as duas casas havia uma cerca elétrica, instalada por Bernardo. O cavalo de Sergio encostou na cerca e morreu eletrocutado, há oito meses. O dono do cavalo pediu indenização de R$ 8 mil, mas o artista se recusou a pagar. Sergio disse à polícia que resolveu matar o músico para se vingar da morte do animal. 

Segundo o delegado Marcos Henrique de Oliveira, da 58ª DP (Posse), o episódio teria acontecido há oito meses.

"Ouvimos uma testemunha, que é amigo da vítima, que nos relatou que ela teria tido um desentendimento num passado recente com o vizinho por conta da morte de um animal. A partir desse fato, o Sérgio [o suspeito preso] passou a cobrar uma indenização de R$ 8 mil da família pela morte do animal. Como não houve acordo, começaram aí os desentendimentos, que culminaram com esse homicídio", explicou o delegado.