Marinha diz que mancha de óleo se dissipou na Bacia de Santos

Rio de Janeiro – A mancha de óleo resultante do vazamento da tubulação do navio-plataforma FPWSO Dynamic Producer, a serviço da Petrobras, já se dissipou na Bacia de Santos. De acordo com nota divulgada na tarde de hoje (3) pela Marinha, foram feitos sobrevoos no local, a cerca de 300 quilômetros da costa do estado de São Paulo, e não foram mais observados sinais de mancha de óleo.

A Petrobras informou ainda que não existem mais vestígios de óleo no mar e que vai reduzir de seis para dois o número de embarcações na área. A Marinha permanecerá na região com a fragata Independência e um helicóptero a bordo.

O vazamento foi detectado na manhã do último dia 31 na coluna que transportava o óleo até o navio-plataforma. A Petrobras estimou que o vazamento foi equivalente a 160 barris de óleo. O navio realizava um teste de longa duração, na camada do pré-sal, a 2.140 metros de profundidade.