RJ quer ajuda federal para projetar canais e barragens 

O vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, quer que o governo federal ajude o Estado em ações que diminuam o impacto das enchentes causadas pelas chuvas no Norte e Noroeste Fluminense. As duas regiões são cortadas por vários rios, entre eles o Muriaé. "Solicitamos ajuda de técnicos e geólogos da equipe montada pela presidente Dilma Rousseff para elaborar projetos de canais extravasores e barragens", disse. "O governador já autorizou o início da construção do canal extravasor em Laje do Muriaé com recursos do Estado", completou.

O vice-governador também solicitou apoio federal na liberação de recursos para a recuperação das rodovias estaduais atingidas pelas chuvas. "As nossas estradas estão sendo sobrecarregadas devido a problemas nas estradas federais provocados pela chuva. Por isso, pedimos uma linha de recursos à parte ao governo federal para manutenção de rodovias estaduais."

Os ministros da Integração Nacional, Fernando Bezerra, e dos Transportes, Paulo Passos, estiveram nesta terça-feira em Campos dos Goytacazes, em uma reunião com Pezão e prefeitos das regiões norte e noroeste. Eles anunciaram a liberação deum valor entre R$ 25 e R$ 30 milhões para as cidades atingidas pela chuva. Bezerra disse que, para os casos mais críticos, "será utilizado o novo sistema de liberação direta, por meio do cartão de pagamento da Defesa Civil".

O governador Sérgio Cabral homologou oficialmente a situação de emergência decretada por sete municípios: Cardoso Moreira, Laje do Muriaé, Santo Antonio de Pádua, Aperibé, Itaperuna, Italva e Miracema.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais