Segundo dique se rompe no Norte Fluminense. São 900 atingidos

Cheia do rio Muriaé já destruiu dois diques - um em Campos e outro em Cardoso Moreira

O comandante dos Bombeiros da Área Norte e Noroeste do Rio de Janeiro Laércio Cunha Filho informou neste domingo (8) que mais um dique se rompeu no Norte Fluminense. Desta vez, o rompimento ocorreu na  localidade de Outeiro, no município de Cardoso Moreira, no início da noite deste domingo. O número de habitantes daquela região que devem ficar desalojados é de 900. 

Este é o segundo dique que se rompe no Norte Fluminense nesta semana. Na quinta-feira (5), um trecho da BR-356, que funciona como dique para as águas do rio Muriaé desmoronou depois da cheia provocada pela chuva intermitente em Minas Gerais.

>> Com 60% de Italva debaixo d'água, prefeito pode decretar calamidade

>> Já são sete municípios em estado de emergência no estado

>> Deslizamentos fecham estradas entre Campos e Cardoso Moreira

Na ocasião, a comunidade de Três Vendas, em Campos, ficou completamente alagada. Dos quatro mil moradores, dois mil se recusaram a abandonar suas casas. 

A comunidade de Outeiro, onde o segundo dique se rompeu, e que pode ficar alagada, é rural e conhecida por abrigar usinas de açúcar. Barracas de emergência que funcionam como abrigos já foram enviadas ao lugar.