Manifestantes colhem assinaturas para mais jogos da seleção nacional no Rio

Rio de Janeiro - Manifestantes se reuniram no Largo da Carioca na manhã desta sexta-feira, 6 para coletar assinaturas em protesto contra a tabela da Fifa para a Copa de 2014, que excluiu o Maracanã nas disputas da seleção brasileira. O calendário do evento determina que o Rio de Janeiro só hospedará a seleção canarinho em caso de final. 

O manifesto "O Rio Merece Mais um Jogo do Brasil" promove uma mudança no calendário da Copa, retirando dois jogos da cidade de Fortaleza - que terá 3 partidas da seleção - para realocá-los na cidade maravilhosa. De acordo com release divulgado pelos organizadores, "não é justo que o Rio, com toda a sua tradição e história no futebol, realize apenas uma partida, caso chegue a final". 

Segundo o documento, o Maracanã - que está em reformas para o evento - é o estádio mais famoso do mundo e palco de grandes momentos da história do futebol, como o milésimo gol de Pelé, sendo também um dos pontos turísticos mais visitados do país e cenário para a abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos. Por isso, "é uma injustiça que o local corra o risco de não sediar nenhum jogo da equipe nacional" afirmam.

Um dos argumentos usados pelos manifestantes, é de que a própria Fifa privilegiou os estádios nacionais mais famosos nas outras edições da Copa. "Se analisarmos a tabela das últimas copas, veremos que a Fifa procurou direcionar a tabela para que o principal estádio dos países tivessem até 6 jogos da seleção nacional" informam no site.