Em Campos, Defesa Civil tenta convencer famílias que não deixaram área alagada 

O secretário municipal de Defesa Civil de Campos dos Goytacazes, no norte do estado, Henrique Oliveira disse esta tarde que o trabalho de convencer os dois mil moradores do bairro de Três Vendas, que se recusam a sair de suas casas, vai continuar durante todo o fim de semana.

“O trabalho está muito difícil. Nós temos que fazer o trabalho de convencimento das famílias de deixarem as casas. Os assistentes sociais estão indo de barco de casa em casa para convencer as pessoas. Eu estou com o Exército me apoiando, com a Polícia Militar, a Guarda Civil municipal, mas eles se recusam a sair das casas. Nós queremos garantir o melhor atendimento possível para as famílias”, disse o secretário.

Ainda de acordo com Henrique Oliveira, não se pode afirmar quando o nível da água vai baixar. Segundo ele, é possível que a região fique alagada até o mês de fevereiro. Entretanto, a previsão da Defesa Civil é de que o mês de janeiro seja de muita chuva, alagando ainda mais a localidade.

“A gente tem notícia que toda a região de Campos vai sofrer novamente no fim de semana, pois está se armando um temporal. Estamos explicando as famílias que podem ter problemas com a leptospirose e com a dengue. Se não conseguirmos hoje, nós vamos continuar amanhã”, ressalta Oliveira.

A região de Três Vendas foi alagada após o rompimento de um dique na BR-356, que servia de barreira para conter as águas do Rio Muriaé, em Minas Gerais, que transbordou em consequência das fortes chuvas. As famílias que foram retiradas antes do alagamento estão alojadas em duas escolas do município.