Gilberto Gil canta durante festa particular de Réveillon em Búzios 

Gilberto Gil - que passou o Réveillon cantando para seleta e chiquérrima plateia em Búzios, na casa de Solange e Edson de Godoy Bueno, na Praia Rasa - teve uma emoção a mais na noite: reencontrou o amigo Luiz Fernado Furlan, que era ministro da Indústria e Comércio no primeiro governo Lula da Silva,  ao tempo em que o compositor era o ministro da Cultura. 

Os dois sempre foram afinadíssimos, assim como suas mulheres - Flora e Ana Maria, que também aproveitaram a virada do ano pra botar o papo em dia.

Na noite que teve seu ponto máximo com a apresentação de Gil, rolou champagne francês  e uísque 12 anos, mas o porre foi só de felicidade. Como no estatuto da gafieira, o ambiente exigia respeito e reunia figuras de proa do PIB nacional e da sociedade carioca.

Quem andou pela casa dos Bueno, mas não ficou para o réveillon, foi o ministro Luiz Fux. No ensaio da passagem de som, na sexta-feira, 30,  ele pediu aos músicos de Gil que o acompanhassem porque ele adora cantar. Mandou ver interpretando Como um dia de domingo. Quem ouviu diz que o ministro do STF não chega a ser um Tim Maia, mas  leva jeito.