Vendas do comércio carioca crescem 8,8% em novembro e devem fechar o ano em alta

As vendas do comércio do Rio de Janeiro cresceram 8,8% em novembro, em relação a igual mês do ano passado, de acordo com  a pesquisa Termômetro de Vendas, divulgada hoje (29) pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDL-Rio). No acumulado de 11 meses, a alta observada em comparação ao mesmo período de 2010 foi 8,2%. Já em relação a outubro, houve aumento de 12,8%.

“O ano todo foi muito bom. Em todas as datas festivas, como Dia dos Pais, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia da Criança, nós tivemos sempre crescimento”, disse à Agência Brasil o presidente do CDL-Rio, Aldo Gonçalves.

A expansão das vendas em novembro foi puxada pelos segmentos de eletrodomésticos, confecções e moda infantil, além de tecidos, calçados, móveis, joias e produtos óticos. A comercialização de bens duráveis aumentou 9,1%. No caso dos não duráveis, houve alta de 7,8%.

Segundo Aldo Gonçalves, o desempenho do comércio demonstra que os fundamentos macroeconômicos do Brasil estão bem, apesar da crise externa. No Rio de Janeiro, o bom momento é reforçado pelas perspectivas positivas em torno da realização da Copa do Mundo e das Olimpíadas.

O presidente do CDL-Rio lembrou que a segurança pública influencia o movimento no comércio. “Tem a questão da segurança, que está bem melhor no Rio de Janeiro. O carioca está com bom astral e isso se reflete nas vendas.”

A pesquisa revela ainda que as dívidas quitadas subiram 9,1% em novembro, acumulando no ano alta de 6,9%.

Para 2011, Gonçalves acredita que o crescimento das vendas do comércio varejista da capital fluminense se situe na faixa entre 6% e 8%. Ele destacou que essa é somente uma expectativa e que o resultado final vai depender das vendas de dezembro, que ainda não foram fechadas.