Primeiro dia da Semana Nacional de Conciliação do TJ-RJ tem 80% de acordos

Cerca de 6 mil processos devem ser solucionados só esta semana

O primeiro dia da Semana Nacional de Conciliação no Tribunal de Justiça do Rio apresentou um índice de 80% de acordos. Só a Light alcançou 85% em 330 processos. 

"A Conciliação é um projeto de sucesso, que vai ao encontro das metas traçadas pelo Conselho Nacional de Justiça e muito agiliza a solução dos processos que tramitam nos Juizados Especiais", comemorou o presidente do TJRJ, desembargador Manoel Alberto Rebêlo dos Santos. A expectativa é de que, durante toda esta semana, sejam solucionados cerca de 6.000 processos.

Prepostos das empresas e magistrados do Judiciário fluminense trabalharam nos mutirões. Além da dedicação dos juízes, togados e leigos, e dos servidores do TJRJ, o alto índice de conciliações também se deveu aos representantes das empresas que trabalharam ativamente para o êxito neste primeiro dia. 

A Política Nacional de Conciliação foi criada em 2010 pela Resolução nº 125 do CNJ e tem como objetivos reduzir os processos judiciais que sobrecarregam os tribunais do país e pacificar as partes em conflito. Nos mutirões, que já são realizados pelo Tribunal de Justiça do Rio, quando a conciliação não é possível, as partes já saem com a data marcada para a leitura da sentença.

A solenidade de abertura da Semana Nacional da Conciliação foi realizada no Tribunal de Justiça do Rio e contou com a presença do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Cezar Peluso, que destacou que um dos objetivos do projeto é “no contexto geral, criar uma cultura nacional de conciliação e convencer a sociedade a solucionar seus litígios suscetíveis de ir a juízo mediante os chamados meios alternativos”.