Rocinha recebe serviços urbanos a partir da próxima quarta-feira

Após a ocupação policial na comunidade da Rocinha, na zona sul do Rio, no último domingo (13), o clima na favela e em seu entorno foi de aparente tranquilidade durante todo o dia de hoje (14). De acordo com a União para Melhorias aos Moradores da Rocinha, a partir da próxima quarta-feira (16), os serviços de urbanização chegarão ao local.

Segundo a entidade, integrantes da Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio (CET-Rio) farão estudos no interior da Rocinha para instalar serviços de sinalização de ruas, manutenção e iluminação pública.

Ainda durante o dia, policiais civis e militares vasculharam a comunidade à procura de armas e drogas deixadas pelos traficantes. Agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública rebocaram motos e veículos estacionados irregularmente. Os serviços de transporte, como vans e motos, continuam operando normalmente.

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) utiliza caminhões, retroescavadeiras, basculantes, minitratores e compactadores para o serviço de coleta de lixo que envolve 157 homens.

Desde domingo, as forças policiais continuam atuando nas favelas da Rocinha, de Vidigal e da Chácara do Céu para cumprir mandados de prisão, quando foi colocado em prática o planejamento de instalação da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na região.