Rocinha e Vidigal ganharão novas agências bancárias

A Caixa Econômica Federal vai inaugurar duas novas agências na cidade do Rio de Janeiro (RJ): uma na comunidade do Vidigal e outra na Rocinha. As unidades integrarão a rede de atendimento da CAIXA, formada por casas lotéricas, correspondentes bancários e postos de atendimento eletrônico, além das próprias agências. O objetivo é levar às comunidades os benefícios sociais geridos pelo banco, promover a bancarização e buscar oportunidades para oferta de produtos e serviços.

Dentre os benefícios e serviços sociais que a CAIXA colocará à disposição dos moradores estão o pagamento de PIS/Abono Salarial; emissão do Cartão do Cidadão e CPF; pagamento do programa Bolsa Família e Cartão Família Carioca; Seguro Desemprego, FGTS e INSS.

As comunidades do Vidigal e da Rocinha poderão contar, também, com as linhas de produtos e serviços bancários, entre os quais se destacam a Poupança CAIXA, a conta CAIXA Fácil, o crédito pessoal e o consignado; o crédito para empreendedores; seguros e cartões de crédito, além do pacote de produtos para microempreendedores individuais.

A inauguração das duas novas unidades mantém a tradição da CAIXA de estar presente em comunidades do Rio de Janeiro. Em 1998, o banco foi pioneiro ao instalar uma agência bancária na Rocinha e colocou à disposição dos moradores um espaço com o mesmo modelo físico e operacional de suas demais agências, o que se repetirá agora. Quase 95% dos clientes na região possuem renda de até três salários mínimos.

Até a inauguração das novas unidades, o banco pretende realizar o atendimento das comunidades com sua agência itinerante, contando com o suporte das forças de segurança do estado. Para o presidente da CAIXA, Jorge Hereda, o anúncio dessas agências “reforça a retomada do controle desses territórios pelo estado brasileiro, garantindo a todos os seus moradores o exercício pleno de sua cidadania. Cabe à CAIXA, como instituição federal parceira do estado e do município do Rio de Janeiro, dar sua contribuição”, analisa.

Complexo do Alemão:

No ano passado, logo após a pacificação, a CAIXA investiu na abertura de uma rede de atendimento na comunidade do Alemão. A estrutura inclui uma agência bancária, três postos de autoatendimento - localizados nos teleféricos de Bonsucesso, Morro da Baiana e Morro do Adeus - além de uma Casa Lotérica, na favela da Grota

A atuação do banco proporciona à comunidade a abertura de contas, financiamento habitacional e crédito pessoal. A CAIXA desenvolve também um trabalho de bancarização, por meio da abertura de contas CAIXA Fácil, onde podem ser depositados, por exemplo, os valores pagos mensalmente aos beneficiários do programa Bolsa Família. Para os empreendedores da comunidade que já se legalizaram, também são abertas contas corrente na modalidade empreendedor individual.

A CAIXA também está iniciando uma operação do Programa Microcrédito Produtivo Orientado na região. Foram escolhidos cinco locais no país para implantação de projeto piloto, dentre eles o Complexo do Alemão. O projeto conta com vinte jovens aprendizes, que foram selecionados e já estão em treinamento na instituição.

No Complexo do Alemão, a CAIXA também atua na promoção de palestras para crianças da comunidade, ministradas por campeões olímpicos, como parte do projeto Heróis do Atletismo.