Comandante da PM diz que prisão de Nem foi uma vitória para todos

O comandante-geral da Policia Militar do Rio, coronel Erir Ribeiro Costa Filho, disse que a prisão do traficante Nem da Rocinha foi uma vitória para todos. "Foi uma vitória para todos nós. Graças à atuação dos policiais militares, que desde cedo montaram um cerco naquela comunidade, conseguimos capturá-lo", afirmou o militar, que acompanhou o depoimento de Nem e dos outros três presos na sede da Policia Federal, na Zona Portuária.

E o delegado da Polícia Federal Victor Poubel revelou que foram dez dias de trabalho, 24 horas por dia, monitorando a comunidade da Rocinha. A ação policial contou ainda com a ajuda de escutas telefônicas autorizadas pela Justiça. "Mas o trabalho da Polícia Federal não se restringe só a isso", disse Poubel.

"Nem" será levado ainda hoje para o presídio de segurança máxima de Bangu, na Zona Oeste. O traficante foi preso por volta de meia-noite, na Lagoa, quando tentava fugir escondido no porta-malas de um carro preto. No veículo ainda estavam mais três homens, que também foram presos. 

Eles se apresentaram como o cônsul honorário do Congo e um funcionário do Consulado, além de um advogado, que teriam, oferecido R$ 1 milhão para que o traficante fosse libertado.