Mulher é presa acusada de torturar o filho de 9 anos no Rio

Uma mulher acusada de torturar o próprio filho de 9 anos foi presa na madrugada desta quarta-feira no Conjunto Habitacional da Cohab, em Realengo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Na semana passada, a criança foi castigada por ter furtado o aparelho celular do dono de um salão de beleza vizinho. 

A queimadura causada por uma colher quente, próxima ao olho direito do menino, foi percebida por funcionários da escola onde a criança estuda, segundo informações da rádio CBN.

Indignado com o caso, o delegado Rafael Stambowsky foi pessoalmente ao Tribunal de Justiça pedir a prisão temporária de Ana Paula Oliveira da Silva, 28 anos, que se mostrou arrependida e não esboçou reação diante da prisão. 

O menino foi entregue aos cuidados da avó. A mãe foi autuada pelo crime de tortura, com o agravante de se tratar de uma criança, e será encaminhada para a Polinter.