Justiça determina que Fernandinho Beira-Mar siga preso fora do Rio

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) indeferiu, na noite desta terça-feira,  uma solicitação dos advogados de defesa do megatraficante Fernandinho Beira-Mar, que pleiteavam a transferência dele para um presídio no Rio de Janeiro. Atualmente o criminoso está em um presídio federal em Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Beira-Mar é considerado o criminoso mais perigoso do Rio de Janeiro e, além de ser o principal comandante da maior facção criminosa do estado, é apontado como o "dono" de diversas rotas de tráfico de drogas e armas entre o Brasil e o Paraguai. Ele cumpre pena por homicídio e tráfico de drogas.

O STJ manteve o entendimento do Tribunal Regional Federal (TRF), que manteve a prisão fora do Rio de Janeiro, alegando que Beira-Mar ainda chefia a quadrilha, mesmo à distância.