Polícia apresenta homem que teria matado advogado

Acusado de matar um advogado, José Roberto Gonçalves de Carvalho, 35 anos, foi preso, no último domingo (16), por policiais da 78ª DP (Fonseca). Ele é apontado como autor do homicídio de Wanderley da Silva, na noite de sábado (15), na Rua Duarte Galvão, em Fonseca, em Niterói.

Segundo os agentes, a vítima namorava a ex-companheira de José Roberto, que não aceitou a separação da mulher, invadindo, por muitas vezes, a casa em que ela mora, local do crime. 

No dia do homicídio, o criminoso invadiu a residência, apontando uma arma para a ex-mulher, a ofendendo, e efetuando disparos, atingindo o ombro de Wanderley. Ao perceber que a vítima não podia se mexer, se aproximou e disparou mais uma vez, no lado esquerdo do peito de Wanderley.