Idoso morto após entrar em favela por engano é sepultado na Zona Norte

O corpo do idoso Valdemiro Lázaro dos Santos, de 74 anos, baleado ao entrar por engano no Morro do Chapadão, na Pavuna (Zona Norte do Rio) foi sepultado no início da tarde desta segunda-feira, no Cemitério de Irajá.

Ao ser baleada, a vítima foi socorrida no Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes. No entanto, Valdemiro precisou ser transferido, pois não havia leito na unidade. Ele teve que ser levado para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, que fica a 52 km de distância.

Entenda o caso

Segundo a polícia, Valdomiro trafegava pela Via Light em direção à Pavuna, onde morava, quando acabou errando o caminho e entrando em um dos acessos à comunidade Morro do Chapadão. Cercado por diversos traficantes armados, o homem ainda tentou acelerar o carro, mas foi atingido por um disparo na região das costas. Outras duas pessoas que estavam no veículo, Paulo Roberto Azevedo, de 53 anos, e Ivan Paulo dos Santos, de 65 anos, sofreram ferimentos leves. 

A familia da vítima culpa a transferência pela piora significativa em seu quadro de saúde.