PF e Correios investigam cartas queimadas achadas em Maricá

A Polícia Federal (PF) e os Correios estão investigando o despejo de várias correspondências queimadas em um terreno baldio na cidade de Maricá, na Região Metropolitana do Rio, nesta semana. 

De acordo com a linha de investigação, há a suspeita da participação de funcionários da estatal no episódio.

Em nota, a assessoria dos Correios informou se tratar de um "ato criminoso" e que tomará providências cabíveis após a apuração do fato.

Greve dos Correios

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou, na última terça-feira, que os funcionários dos Correios, em greve desde 14 de setembro, retornassem ao trabalho a partir da meia-noite de quinta-feira (sob pena de multa diária de R$ 50 mil para o caso de descumprimento), desconto salarial referente a sete dias parados e compensação de 21 dias com trabalho aos sábados, domingos e feriados, sem o pagamento de hora extra.