Light terá que indenizar trenzinho do Corcovado por falta de energia

A Light foi condenada a pagar R$ 10 mil a Esfeco Estrada de Ferro do Corcovado, por danos morais, porque no dia 24 de julho de 2008 houve falta de energia elétrica, o que atrapalhou o transporte de turistas. A concessionária também terá que avisar por escrito, com cinco dias de antecedência, a data e o horário em que interromperá o fornecimento de energia para manutenção da rede. A decisão é da 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, que acolheu voto do relator, desembargador Guaraci Vianna.

Segundo a empresa, que administra o “trenzinho do Corcovado”, a falta de energia por duas horas e quarenta e cinco minutos causou prejuízos, já que o trem é elétrico, ficando impossibilitado de levar os turistas até o Cristo Redentor. Além disso, ela alega que frequentemente a concessionária suspende o serviço sem avisar. A Light também terá que pagar à empresa R$ 7.038,00 por danos materiais.