Delegada erra ao anunciar morte de 2ª vítima de acidente em parque, diz site

Secretaria Municipal de Saúde não confirma óbito, e responsável pela investigação do caso retifica-se

O anúncio da morte de mais uma vítima do acidente em um parque de diversões em Vargem Grande, na Zona Oeste, feito pela delegada titular da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), Adriana Belém, responsável pelas investigações do caso, foi retificado pela própria delegada, informou o Portal Terra. O óbito não chegou a ser confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

De acordo com a SMS, Daiane Mesquita, de 17 anos, que sofreu traumatismo craniano, permanece internada no CTI do Hospital Municipal Miguel, na Gávea, Zona Sul.

A Polícia Civil afirmou que a informação passada pela delegada teve origem na SMS, que nega. Procurada, Adriana Belém não foi encontrada.

>>> Dona de parque no Rio pode ser indiciada por homicídio doloso

>>> Adolescente morta em parque de diversões é sepultada no Rio

>>> Polícia Civil faz nova perícia em parque de diversões onde adolescente morreu

Com o desmentido, Alessandra da Silva Aguilar, de 17 anos, é a única morte registrada no acidente com o brinquedo "Tufão". A estudante estava na bilheteria do parque quando foi atingida pelo carrinho do brinquedo. Outras oito pessoas foram feridas.

Um jovem identificado como Vítor Oliveira está internado no Hospital Miguel Couto em estado grave. O parque não tinha alvará da Prefeitura para funcionar.

Na manhã desta segunda-feira (15), o corpo da estudante Alessandra da Silva Aguilar foi sepultado no Cemitério de Inhaúma (Zona Norte). Pelo menos 150 pessoas acompanharam o sepultamento.