Meninas da Providência ganham baile de debutante 

No dia 20 de agosto, 16 adolescentes do Morro da Providência realizarão o sonho de viver uma noite como princesas. Iniciativa do comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local, capitão Glauco Schorcht, o baile de debutantes ganhará mais glamour em sua segunda edição, tendo desta vez como cenário o Museu Histórico Nacional.

Pensado como ferramenta de articulação local e integração entre policiais e a população, o baile conta com a colaboração de toda a comunidade.

Segundo a superintendente de Prevenção da Secretaria de Segurança, Cláudia Otília, por trás da festa há uma série de outras atividades. Os direitos da mulher e a violência familiar serão tema de uma série de palestras promovidas por funcionários da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam).

 A ONG Empreender vai trabalhar com empreendedorismo e comportamento no mercado de trabalho.

"O baile é o alicerce para oferecermos oportunidades e um aprendizado que elas vão levar para a vida, independente do dia da comemoração. Por isso, procuramos identificar as meninas que vêm de famílias mais humildes e não teriam condições de fazer uma festa como essa. É também um trabalho de resgate da autoestima delas", afirmou Cláudia.

 Aulas de etiqueta para fazer bonito

 Aulas de etiqueta e boas maneiras também estão incluídas nos ensaios, realizados duas vezes por semana, na sede da UPP. Como em 2010, o capitão Glauco dançará a valsa, desta vez com a cadeirante Juliana Esteves. 

Para Tainá Xavier dos Santos, o evento é a realização de um sonho. "Minha mãe não pode me dar essa festa, tanto que minhas irmãs, de 18 e 20 anos, não comemoraram seus 15 anos. Para mim é um presente maior porque o baile será no dia do meu aniversário. Estou muito ansiosa", disse a debutante.