Manifestação dá nó no trânsito, no Centro do Rio

Uma manifestação para lembrar as vítimas da chacina da Candelária, que completa amanhã 18 anos, deu um nó no trânsito do Centro do Rio, no início da tarde desta sexta-feira. 

>>> "A atitude PM não melhorou nada", diz irmã de sobrevivente da Candelária

De acordo com a CET-Rio, houve retenções em toda a extensão da Avenida Presidente Antonio Carlos até a Rua Santa Luzia; Avenida Presidente Vargas até a Rua do Santana; Avenida Presidente Vargas até a Praça XV; e Avenida General Justo até o Aeroporto Santos Dumont. Os reflexos também foram sentidos na Ponte Rio-Niterói.

A manifestação - intitulada Caminhada pela Vida - reúne diversas vítimas de violência no Rio, entre elas pais e professores de crianças mortas na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo. Ela seguiu da Candelária para a Cinelândia.