Caminhada no Centro relembra chacina da Candelária

Uma caminhada para relembrar a chacina da Candelária, que completa 18 anos neste sábado (23), começou às 11h desta terça-feira, no Centro do Rio.

Com a presença de vítimas da violência no Rio de Janeiro, inclusive de familiares da chacina da Escola Tasso da Silveira, em Realengo, a passeata segue da Candelária rumo à Cinelândia.

Ocorrida em 23 de julho de 1993, a matança da Candelária deixou oito jovens mortos. Eles foram assassinados enquanto dormiam e até hoje não se sabe o motivo do crime. 

Durante a noite de quinta-feira, foi realizada uma vigília em frente à Igreja da Candelária com a presença da ministra-chefe da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, Maria do Rosário.