Fiscais encontram lojas vendendo produtos com plugues fora de padrão

Rio de Janeiro - Fiscais do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (Ipem-RJ) percorrem, durante todo o dia de hoje (4), lojas de varejo e atacadistas no centro da cidade e em bairros da zona norte para verificar se os comerciantes estão cumprindo as normas técnicas exigidas em relação aos pinos e plugues para as tomadas elétricas. Terminou na última sexta-feira (1ª) o prazo para adaptação dos estoques, de acordo com o Padrão Brasileiro de Plugues e Tomadas, que começou a ser adotado com lei sancionada em 2000.

Segundo a presidente do Ipem, Soraya Santos, os novos modelos aumentam a segurança do consumidor, já que reduzem a possibilidade de ocorrência de choque elétrico, curtos-circuitos e incêndios. Produtos fora do padrão foram encontrados em pelo menos dois estabelecimentos na manhã de hoje.

“Vamos percorrer o comércio para tirar das prateleiras os produtos que estão fora do padrão. Muitos comerciantes ainda estão vendendo porque têm as tomadas antigas em estoque. Quando encontrarmos, vamos recolher para evitar riscos ao consumidor”, alertou.

Soraya Santos informou, ainda, que as equipes da Diretoria de Qualidade do órgão farão outras blitzen durante todo o mês de julho. Na próxima semana, vão fiscalizar estabelecimentos comerciais em Niterói e São Gonçalo, na região metropolitana, e em seguida em municípios do interior do estado.

De acordo com o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), órgão responsável pela implementação das mudanças em todo o país, o novo padrão está funcionando plenamente, tanto entre os fabricantes quanto no varejo.

A multa para casos de produção ou venda de produtos fora do novo padrão pode variar entre R$ 100 e R$ 1,5 milhão.

No Rio de Janeiro, consumidores que tiverem dúvidas ou quiserem fazer denúncia podem ligar para a ouvidoria do Ipem, no número 0800 282 3040. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.