Caso Juan: corpo encontrado na Baixada é de uma menina

Buscas pelo paradeiro de menino de 11 anos continuam nesta quinta-feira

O corpo de uma criança, encontrado nesta quinta-feira no Rio Botas, em Recantos, Belford Roxo (Baixada Fluminense) não é o do menino Juan de Moraes, 11 anos. A informação foi divulgada da noite desta quinta-feira (30) pela Polícia Civil. O cadáver, segundo a polícia, é de uma menina e a constatação foi possível diante da análise do quadril da criança morta.

Segundo nota oficial, o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal Afrânio Peixoto (IMLAP), na Leopoldina. Lá, a partir de análise do esqueleto foi constatado que tratava-se da estrutura do corpo de uma menina e não de um menino. 

Os peritos devem realizar exames de DNA, papiloscopia e da arcada dentária para tentar identificar a criança.

Buscas por Juan continuam

Nesta quinta, as buscas pelo paradeiro do menino Juande Maraes continuam. Policiais fazem nova operação na Favela Danon, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O garoto está desaparecido há dez dias, depois de ser ferido durante troca de tiros entre PMs e traficantes daquela região. Toda a família da criança desaparecida foi inserida no Programa de Proteção à Criança e ao Adolescente Ameaçado de Morte.

À tarde, a família do garoto forneceu à polícia peças de roupas que haviam sido usadas pela criança. Com isso, cães farejadores da Companhia de Cães da Polícia Militar devem ter mais facilidade para procurar pelo desaparecido.

Pela manhã, peritos da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense encontraram um corpo que pode ser o do garoto. O cadáver foi encontrado no Rio Botas, na localidade de Recantos, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense e, em seguida, foi levado para o Instituto Médico Legal, na Leopoldina. Lá, o corpo passará por exames que devem identificar se trata-se dos restos mortais de Juan.

Os peritos também informaram que o estágio de decomposição do corpo encontrado é compatível com o tempo de desaparecimento do menino. Uma luva também foi coletada.


Manifestação

Integrantes da ONG Rio de Paz, organização que luta pela redução de homicídios em todo o Brasil,  fizeram, na tarde desta quarta-feira, uma manifestação em protesto contra o desaparecimento de Juan Moraes.