Dois bombeiros e um PM são denunciados por agiotagem

Dois bombeiros e um Policial Militar foram denunciados pelo Ministério Público, nesta quinta-feira (26), pela prática de extorsão, em negócios de agiotagem. Os cabos do Corpo de Bombeiros Gustavo Ribeiro Ramos e Fernando Paiva Gomes e o cabo da Polícia Militar Alexandre Silva Rodrigues Rosa foram denunciados perante o Juízo da Vara Única de Japeri, pela Promotoria de Justiça daquela Comarca.

De acordo com a denúncia, em 5 de maio passado, na Rua Dircy Cunha de Oliveira, em Engenheiro Pedreira, os denunciados, com utilização de arma de fogo, exigiram da vítima a quantia de R$ 2.600. Gustavo Ramos havia emprestado à vítima R$ 2 mil, que deveriam ser pagos em 30 dias, acrescidos de juros de 30%. A denúncia relata ainda que o pagamento foi exigido antes do prazo e que a vítima declarou estar impossibilitada de fazê-lo.

Os denunciados, no dia dos fatos, rumaram para a residência da vítima, quebrando e arrombando uma janela. O cabo PM Alexandre a constrangeu utilizando uma arma ponto 40, enquanto os demais reviravam a casa. O cabo Fernando chegou a afirmar que a vítima seria levada a um cativeiro, caso o dinheiro não fosse entregue. 

Segundo o MPRJ, a ação dos denunciados foi percebida pela esposa da vítima, que conseguiu fugir e acionar Policiais Militares, que acabaram prendendo os três em flagrante.

As condutas dos denunciados foram tipificadas no artigo 158 (extorsão), §1º (quando o crime é cometido por duas ou mais pessoas, ou com emprego de arma de fogo, aumenta-se a pena de um terço até metade) do Código Penal.