Torcedor acusado de participar de confronto entre torcidas é identificado

A Polícia Civil identificou um acusado de participar do conflito entre as torcidas do Flamengo e Vasco da Gama, na praça do Barreto, em Niterói, no dia 1º de maio. Gustavo Pires de Oliveira, 34 anos, conhecido como Congo, é apontado com um dos autores da tentativa de homicídio que feriu nove pessoas.

Uma briga entre torcedores em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro, terminou com um homem morto e outro ferido. Segundo informações da Polícia Militar, o confronto foi marcado pela internet. Outro confronto entre torcedores, na praça Enéias de Castro, bairro do Barreto, em Niterói, na região metropolitana, teve mais de 100 detidos, levados para a 78ª DP. Pouco antes do início do jogo, torcedores armados com pedaços de pau e pedras estavam a caminho do estádio Engenhão, na estação de trem de Realengo. Torcedores do Vasco e do Flamengo também brigaram na estação do Méier.

Congo foi reconhecido por testemunhas e vítimas como o ocupante do veículo prata que passou pelo local, junto a uma motocicleta, efetuando vários disparos de arma de fogo contra torcedores rivais. A prisão temporária foi decretada pela 3ª Vara Criminal de Niterói. Ele é considerado foragido da Justiça.