MP e polícia desarticulam ramificação do Comando Vermelho no Rio

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, denunciou à Vara Criminal de Teresópolis dez integrantes de uma célula da facção criminosa Comando Vermelho que agia no Morro do Perpétuo, na cidade da Região Serrana.

A Operação, que foi deflagrada nesta quinta-feira para cumprir os mandados, chamada de Invasor, resultou, até o início da manhã, na prisão de oito pessoas e na apreensão de R$ 21.400, armas, munições e livros contábeis.

Segundo o MP, a Justiça determinou a prisão preventiva dos denunciados e a realização de buscas em 12 endereços. Com base em inquérito da 110º DP (Teresópolis), os membros da quadrilha foram denunciados e responderão a ação penal pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção de menores e porte ilegal de arma de fogo.

As prisões foram feitas por policiais do Grupo de Apoio aos Promotores (GAP) do MPRJ e do 30º BPM (Teresópolis), com apoio do setor de cães do 11º BPM (Friburgo).