Vizinhos espancam vigia acusado de estuprar filha de 8 anos na Baixada Fluminense

RIO - O vigia Roberto Mesquita da Silva, de 38 anos, foi espancado por vizinhos, após ter estuprado a filha de 8 anos, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Ele só escapou da morte graças a policiais do 21º Batalhão, que o levaram dentro da viatura. Roberto já tinha cumprido pena de sete anos, em 1997, por ter estuprado duas enteadas de 9 e 6 anos, filhas da mulher do primeiro casamento.

O crime foi descoberto pela mãe da criança, quando a menina reclamou de dores na vagina e dificuldades para urinar. A menor contou que havia sido estuprada pelo próprio pai.

Por volta de 11h de quinta-feira, o vigia chegou a ameaçar a mulher caso fosse denunciado. Aproveitando um momento de distração do marido, ela conseguiu fugir e chamou a polícia.

Roberto foi autuado por estupro de vulnerável. A pena varia de oito a 15 anos.