Rio tem queda de 23,5% em mortes violentas em fevereiro

RIO - O Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro divulgou nesta sexta-feira as incidências criminais e administrativas relativas ao mês de fevereiro. Foi constatatada redução, em relação ao mesmo mês de 2010, na letalidade violenta (menos 128 casos), roubo de veículo (menos 245 casos) e roubo de rua (menos 637 casos). O ISP também destacou que não houve nenhuma morte de policial neste ano.

Desde o mês passado, com a nova definição dos indicadores estratégicos para o sistema de metas estabelecido pela Secretaria de Segurança do Estado, estão sendo monitorados os seguintes índices: letalidade violenta (somatório do número de vítimas de homicídios dolosos, lesões corporais seguida de morte, latrocínio e auto de resistência), roubo de veículos e roubo de rua (somatório de incidências de roubo a transeunte, roubo a coletivo e roubo de aparelho celular).

Os novos indicadores ampliaram os títulos monitorados anteriormente, além de atribuir metas de redução para latrocínios e autos de resistência, pois agora, fazem parte do indicador letalidade violenta.

Em letalidade violenta, a meta de redução era de 6,67%. A diminuição foi de 23,5%. Foram 416 vítimas em 2011 e 544 no mesmo período do ano passado. Os roubos de veículos caíram 14,1%, quando a meta era de 5,13%. Foram 1.494 casos em 2011 e 1.739 no mesmo período do ano passado.

Em relação ao trimestre móvel (dez/jan/fev), houve redução de 17,5% (menos 966 casos) se compararmos com o mesmo período do ano anterior. Foram 4.548 casos em 2011 e 5.514 no mesmo período do ano passado.

Já os roubos de rua apresentaram diminuição de 9,8%. A meta era de 4,64%. Foram 5.852 casos em 2011 e 6.489 no mesmo período do ano passado.