Coderte administra terminal Mariano Procópio até a próxima segunda-feira

Escola de Artes e Pinacoteca municipais serão construídas no local

RIO - Atendendo ao quarto pedido de adiamento da Prefeitura do Rio para que a Companhia de Desenvolvimento Rodoviário e Terminais do Estado do Rio de Janeiro (Coderte) continue à frente do terminal rodoviário Mariano Procópio, na Praça Mauá, Centro do Rio, a estatal adiou a decisão, por ela anunciada na última sexta feira, de encerrar sua atividade como administradora daquela estação rodoviária no último domingo.

A solicitação pela permanência da Coderte como administradora do Terminal Rodoviário Mariano Procópio chegou na segunda-feira à estatal através de e-mail enviado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região Portuária, órgão vinculado à Secretaria Municipal Extraordinária de Desenvolvimento da Prefeitura do Rio. Na mensagem, a instituição pede que a Coderte permaneça no local até a próxima segunda-feira, quando dará início à construção da Escola de Artes e da Pinacoteca Municipais, integrantes do Museu Mar, obra apontada como a primeira do Programa de Revitalização da Zona Portuária carioca.