Fim das carceragens será tema de audiência pública na Alerj

O fim das carceragens no sistema prisional será discutido em audiência pública da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), nesta terça-feira (05), às 11h, na sala 316 do Palácio Tiradentes. De acordo com o presidente da comissão, deputado Marcelo Freixo (PSol), a carceragem da Polícia Civil é um dos problemas mais sérios da segurança pública do estado.

"Não se constrói casa de custódia no Rio desde 2005. As pessoas são presas e amontoadas nessas carceragens da Polícia Civil ou na Polinter, como nós chamamos. Às vezes, como na Delegacia de Neves, encontramos 800 pessoas presas num lugar que mal cabem 150. Um lugar onde não tem água potável, luz ou ventilação natural", frisou o parlamentar, lembrando que o Rio tem aproximadamente 26 mil presos, sendo cerca de quatro mil em carceragens.

Para o debate, foi convidado o secretário estadual de Administração Penitenciária, Cesar Rubens Monteiro de Carvalho.