Presos policiais envolvidos na morte de segurança do contraventor Rogério de Andrade

RIO - Pelo menos quatro policiais já foram presos, até o momento, na operação de agentes da Delegacia de Homicídios da Barra da Tijuca e outras delegacias especializadas. A ação pretende cumprir oito mandados de prisão contra policiais acusados de participação na morte do bombeiro que era chefe da segurança do contraventor Rogério de Andrade.

Antônio Carlos Macedo foi assassinado em novembro, com quatro tiros de fuzil, na Praia da Reserva, no Recreio dos Bandeirantes .

A operação desta quinta-feira se concentra principalmente nas zonas Norte e Oeste do Rio, mas também acontece em outras cidades que não foram divulgadas.

O segurança de Rogério de Andrade era conhecido como Bispo. Em 2006, ele teria assinado uma lista de propina apreendida pela Polícia Federal com os nomes de 17 PMs presos sob a acusação de envolvimento com a máfia dos caça-níqueis.